<BODY><!-- --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="emafalda.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div><!-- para tirar a barra chata --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="abobradiario.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div>

Caroline Bigarel, 22 anos, bem menos como blogueira, carioca, nascida em 11 de setembro, porém ainda não foi considerada uma terrorista, é apaixonada pelo teatro e pelo mar. Vez ou outra arrisca tirar um som de seu violão, adora fazer novas amizades e raramente se encontra de mau-humor, desde que não seja acordada no horário em que aprecia estar dormindo. Futura jornalista, uma de suas maiores paixões é escrever. E escreve para a vida ter mais sentido, ainda que saiba que poucas pessoas realmente lerão suas tosquices.


"Atenção: esta vida contém cenas explícitas de tédio nos intervalos da emoção. Quem não gostar que conte outra, ou vire artista e faça sua própria versão. Aqui não tem segunda sessão."

- Profile no Orkut-




Meu humor atual - i*Eu




  Cala-Boca Já Morreu
  Casa da Paula
  Dente do Sapo
  Dias Comuns
  Estado de Surto
  Eu falei, você não ouviu?
  Fernanda Lima
  Juntando Pedacinhos
  Michel Bertoni
  Miretriv
  Poesias do Lucas
  Pum & Etta
  Simplesmente Opinião
  Sociedade Anônima
  Ta Entendendo?
  Tenda da Leninha
  Tudo na Minha Vida
  Winspear



Flogs

  Flog do Artur
  Flog do Felipe
  Flog do Lucas
  Flog da Raquel


Sites

  Site Alma Legendária - Cadetes de Osório
  Site da FO
  Turma do Colégio Militar




Tempos de Blig
Tempos de Weblogger
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Outubro 2006
Janeiro 2007





Meus novos devaneios, aqui: Aqui.
Não há melhor maneira...
Sindrome de Forrest Gump
Tempos Modernos
"...Porque vida de moleque é vida boa..."
"...Porque brasileiro deveria ser verde e amarelo ...
"...Não tinha medo o tal João do Santo Cristo, era...
Enquanto isso, em algum lugar da Orkutosfera...
O Homem da Casa
Correio da Manhã






Link - me





Selos

O Ponto de Encontro dos Blogueiros do Brasil

the barcode printer: free barcode generator



Tudo para seu blog!

Créditos





Contato

E-mail
MSN


Contadores











A reprodução dos textos deste blog é permitida de acordo com algumas diretrizes. Clique no Button acima para maiores esclarecimentos.

Prêmios & Destaques


Image hosted by Photobucket.com
quarta-feira, março 30, 2005


Sem título porque não estou afim de pensar em um.

Rá! Como eu e mais o Brasil inteiro prevemos, Jean ou, o Homem Maravilha, foi o "Senhor do Milhão" desta edição última do Big Brother. Isso não foi novidade para ninguém, uma vez que, a massa gay estava toda ao lado dele. Êeeeeê, temos mais uma bela historinha tipicamente "bigbrótica". O mocinho humilde e esforçado, vence a terrível máfia dos gigantes e ganha no final. Parece tudo armado. Aliás, eu acho que é armado, mas isso é outra história e, como também já sei que milhares de blogs falarão sobre isso em suas postagens pós finalíssima, encerro por aqui e vamos as boas.

Musiquinha babaca do dia:


"Quando eu olho esse garoto brincando,
Correndo, pulando, feito um passarinho querendo voar...
Eu me lembro dele bem magrinho
As pernas fininhas
Feito sabiá.
Quem te viu crescer assim bonito e forte
Nem imagina quem é que fez isso tudo por vc...
Bê-a-bá
Bê-é-bé
Bê-i-Bi
Biotônico Fontoura."


Me amarro nesse comercial novo. E pensar que eu adorava tomar Biotônico. O gosto nem era tão ruim assim, pelo contrário, acho que o negócio me viciou ou então eu fui uma criança serelepemente anormal. Sim, mas o efeito não foi o anunciado. ^^

Rapidinhas:

- Sonhei que tinha que pagar uma conta de R$ 127,30 e meu saldo era R$ 0,25, quase morri.
- Observei que no teclado tem o sinal de igual (=) mas não tem o sinal de diferente ( ). Conclusão: teclados não são preconceituosos.
- Eu queria que a Graziela tivesse ganho o BBB.
- Eu achei o goleiro Ciarelli ridículo com aquele cabelo e gargalhei com o Jô Soares dizendo estar de dieta.
- Descobri que a Fernanda Torres (A Vani do "Os Normais" ) tem péssimos modos. Aliás, por isso mesmo eu deveria tê-la visto no teatro, em "A casa dos Budas Ditosos", já que ela termina a peça dizendo que alguém ali tem que transar. (ou isso foi o que ela falou numa entrevista) ^^.
- Ser bloqueada no MSN por pessoas que você nunca fez mal algum e pelo contrário, estimava, é algo muito ruim, mas isso é uma história longa demais para estar dentre as rapidinhas, portanto, deixe para uma postagem futura.


# Postado por Carol às 4:49 PM


sexta-feira, março 25, 2005


Tempos Modernos

Bis Laranja.

Toddynho Morango.

7 Belo Maracujá (A foto eu não achei, mas que elas existem, existem.)

Chicabon de chocolate branco.

Sonho de Valsa sabor Morango.

Do jeito que andam as coisas... vão acabar lançando o Diamante Negro branco.



# Postado por Carol às 6:47 PM


quinta-feira, março 24, 2005


Conversa Dietética e Improdutiva no MSN

QPPNN!! hj o boteco me deixou cansadão. diz:
Tô c/um pequeno problema,quero eliminar de vez a minha pequena barriguinha e ao msm tempo ganhar um pouco mais de peso.
QPPNN!! hj o boteco me deixou cansadão. diz:
Afinal emagrecer c/tdas essas atividades q estou fazendo,é até facil.Agora eu quero ver é eu conseguir engordar,ou melhor ganhar um pouco mais de peso p/compensar aquele q vou perder.Vou ter q fazer uma dieta de engorda,se é q isso existe.hehehe
Carol diz:
Hum, situaçao complicada. Vai a uma academia.
QPPNN!! hj o boteco me deixou cansadão. diz:
é a barriga acho q consigo perder dentro de pouco tempo.o difícil vai ser ganhar peso sem deixar que a barriga volte a crescer.hahahaha
Carol diz:
Vai a uma academia..
QPPNN!! hj o boteco me deixou cansadão. diz:
vou ter q fazer uma dieta de engorda,ou melhor uma dieta p/engordar.Mas msm assim fica meio estranho né?dieta p/engordar.
QPPNN!! hj o boteco me deixou cansadão. diz:
Sendo q engordar nesse caso é só pegar alguns kilinhos a mais.Nada de gordura localizada.haha
Carol diz:
Vai a uma academia..
hj o boteco me deixou cansadão. diz:
vlw pelo toque.
Carol diz:
nada! qqer coisa só falar. Mas vai a academia.


Essa é boa! Eu mereço...as 2 h da manhã escutar isso! Por acaso eu lá tenho cara de nutricionista ou personal trainner?


# Postado por Carol às 8:40 PM




Momento Artístico

Nunca pensei que fosse tão cansativo conseguir uma mísera vaguinha no Teatro Sesc, mas foi. Cinco horas de infinita espera. Os mais variados tipos, rostos e costumes. Pelo menos valeu a pena. Começo outra vez minhas aulas de teatro, além do que já faço teatralmente por fora, na minha vida. Agora...
Ver um carinha lá disputar o número de senha para pegar a de número 24...foi a coisa mais abissal que já assisti nos últimos dias. Extremamente suspeito.
Acho incrível como nesse círculo, as pessoas não tem vergonha de assumir as suas mais bizarras atitudes em público. E isso é legal. Pelo menos divertido.


# Postado por Carol às 8:38 PM


quarta-feira, março 23, 2005


Quero mais é que essa semana passe...

Perdi um amigo neste domingo, em acidente cruel de carro. Um acidente gravíssimo. Achava que não teria coragem de escrever sobre isso, pois ainda estou sob efeito de choque, tamanha brutalidade do acidente. Fui a primeira a saber (pois sabemos quantas caróis existem no mundo) e meu telefone foi confundido com o de outra carol, cuja qual ele voltava de uma festa. Dezenove anos, dirigia, um outro carro em alta velocidade tirou a sua vida que mal iniciara. Eu não tinha muito contato com ele, já fazia mais de um ano que não nos falávamos, mas ele era um sujeito legal. Não mereceu a morte que teve. Enfim, que siga seu caminho em paz.

Ineficiência Humana

Este post, não será mais um daqueles engraçadinhos, em que descrevo a minha vida prosaica e meus pequenos impasses cotidianos, de uma forma divertida, simplesmente porque estou revoltada, frustrada com o comportamento das pessoas que me cercam. É horrível depender do ser humano para poder fazer algo e digo isso, porque trabalho em grupo de teatro e, um grupo que precisava ser necessariamente coeso, é uma merda só. Sabe quando você faz de tudo para que as coisas saiam corretas, direitas, da maneira mais normal possível e vem "o restante" e destrambelha tudo aquilo que você se imcubiu de organizar? É mais ou menos como um jardineiro que cultiva suas flores e vem um palhaço destruí-las logo em seguida.
Lógico que, não posso generalizar. Nem todo mundo age assim, mas a maioria dos seres humanos são de uma passividade que dá dó. Por que somente eu, tenho de correr atrás de Deus, do mundo, e do universo, além de mover céus e terras para agradar a todos, se ninguém nem sequer faz um esforço para contribuir ou ao menos retribuir um terço desse agrado?
Está explicado por que a sociedade não evolui e aliás, nesse ponto eu sinto saudades da minha antiga "burocracia militar", cuja qual eu fui submetida nos quatro - senão melhores - anos de minha vida. Quando estudei em quartel, a disciplina comandava e as punições severas colocavam medo e impunham respeito. Aí as pessoas confrontavam seus discursos contra o regime autocrático, colocando em pauta até a a época da Ditadura, para exemplificar. Pode até ter sido ruim, mas que ao menos, ordem tinha, isso é verdade. Procure deixar o ser humano à vontade em suas decisões, num regime liberal -laissez-faire- para ver o que rola. Democracia é importante, mas ultimamente, exercer esse direito, causa uma baderna terrível. Isso tudo foi só para dizer que eu estou detestando a idéia de ser líder de um grupo, mas a experiência está me sendo bastante enriquecedora. Cada vez mais percebo que são poucos os seres humanos que eu posso confiar de verdade, mas eles existem, isso é certo.
Mas chega. Está chegando páscoa aí e antes disso eu dou o ar da graça por aqui... Fui.

In Memorian de Marco Aurélio


# Postado por Carol às 3:09 PM


quinta-feira, março 17, 2005


São as águas de março, fechando o verão...(Cadê as águas?)



Ando numa falta de inspiração alucinada. Vai ver, é por causa do calor. O Rio de Janeiro está fervendo e com isso, evaporou-se as minhas idéias, por isso irei falar disso mesmo, em 40° à sombra. Putz Grila, quem mora em apErtamento, provavelmente irá compartilhar do meu sofrimento. Ainda mais se pensar pelo lado de que eu já morei por anos numa casa com piscina. Numa tarde dessas, há alguns anos atrás, provavelmente estaria eu, tomando um solzinho e mergulhando nquela água refrescante ao som de "Marrom Bombom". Não que eu gostasse efetivamente dessa música, mas era a música que tocava sempre. "Tira a calça Jeans, bota o fio dental...". Ainda me lembro de uma que rolava da Sandra de Sá que dizia mais ou menos assim: "O joga a bola no lixo, O joga a bola no lixo, O joga a bola no li-i-i-i-xo." Também tinha uma que eu adorava e até hoje gosto: "Vento ventania me leve para as bordas do céu...".
Enfim, se eu ouvir uma dessas músicas hoje em dia, confinada nesta "prisão domiciliar", piro de vez. Tenho pavor de residir em prédio, nunca gostei, nunca me acostumei e certamente não me conformarei jamais. A única saída é ir à praia, só que, nem pensar. Primeiro porque eu ainda me amo e ir numa praia em pleno final de semana, é masoquismo total. A última vez que tentei fazer isso foi uma tragédia. Não havia um mínimo espaço sequer disponível para sentar na areia. E quando finalmente encontrei um cantinho apreciável, apareceram umas crianças querendo jogar bola por ali. Minha alegria foi completa. Pois bem, eu sou egoísta e divido a praia com poucos. Por isso gosto de frequentá-las em dias normais, como por exemplo, uma segunda feira, desde que não seja feriado ou férias escolares. Gosto de praia vazia, se possível só pra mim, mas... me contento em dividí-la com seres que pensam como eu.
Existe uma outra saída também, como ir para a casa de praia do meu pai que fica em São Pedro da Aldeia, região dos lagos aqui do Rio, mas lá o problema é mais bizonho ainda:
A praia de lá tem uma quantidade de sal tão exorbitante que quando você sai da água e se seca ao sol, percebe-se totalmente esbranquiçado, cheio de sal sobre seu corpo, o que te leva a se queimar mil vezes mais rápido do que numa praia com a quantidade salinar regular. Fora que, eu me sinto dentro de uma panela gigante. Salzinho, aguinha quente e o sol à pino a rachar na minha cabeça. Só falta mexerem e deixarem cozinhar. Triste.
Me lembro que na época escolar, eu estudava em escola burocraticamente militar e todas as quintas - feiras os alunos tinham de permanecer durante uma hora em posição de sentido numa quadra a céu aberto e sol à pino, com uma boina de veludo na cabeça, em pleno meio-dia. Efadonho. Até o dia que eu desmaiei. E caí dura no colo do menino que estava ao meu lado na fileira de milicos. Enfim, eu fui eternamente zoada naquela escola por causa disso, mas fazer o quê, eu não nasci para viver num país tropical mesmo. Humpf.
Enfim, é a vida. Eu odeio calor.

Ahhh... olhem isso:

Image hosted by Photobucket.com

Eu? Destaque? Quem diria... mas enfim, sinal de que ainda existem pessoas que gostam dessas bizarrices que eu escrevo. Fui!.


# Postado por Carol às 2:20 PM


sexta-feira, março 04, 2005


Eu detesto guarda-chuva. Porque quem está na chuva é pra se molhar. E o que se molha, depois seca.

Navegando pelo Orkut, encontro uma comunidade feita especificamente para mim: Meu Guarda-Chuva sempre Vira e, ao ler os tópicos e comentários alheios, me deparo com isso:

ESSA FOI FODA 9/1/2005 07:32
UMA VEIZ O VENTO TAVA TAO FORTE QUE O GUARDA CHUVA SAIU VUANDO E BATEU NO PEITO DUMA VEIA FOI COMEDIA AUHUAHUAAHUA
FLW


Não posso negar que a minha primeira reação foi entortar de tanto rir. Não pela situação em si, mas por ter me feito lembrar de outras situações parecidas que me ocorreram nesses dias de chuva no Rio de Janeiro, tanto que o Orkut me venceu e eu precisei postar lá. Eis meu comentário:

Atravessando o Sinal 2/3/2005 21:13
Pior foi o que me aconteceu em pleno dia de toró no RJ. Estava eu prestes a atravessar uma avenida daquelas enormes em que vários carros ficam só te mirando passar.
Acontece que se tivesse muitas pessoas atravessando junto, talvez fosse menos pior, mas era eu sozinha, desfilando na frente daquele bando de faróis me observando, quando de repente, meu guarda chuva vira TOTALMENTE ao contrário!
E o pior foi eu tentando desvirar puxando as pontinhas e cada vez que puxava uma, desvirava outra, um horror, até um dos arames sair pra fora e ficar metade do guarda chuva despencado sobre a minha cabeça.

UM HORROR!!!!
ODEIO GUARDA CHUVA!!!!


Não sei se é somente eu que tenho um processo kármico terrível com esta parafernália, mas sinceramente até hoje não vi o guarda-chuva, que deveria se chamar "guarda-pessoa", proteger alguém da chuva. Principalmente se estiver ventando. Eu pelo menos fico molhada da mesma forma, ou até pior do que se estivesse sem ele. Fora que eu consigo me atrapalhar tanto com o utensílio que chega a se tornar uma arma nas minhas mãos. Portanto, saiam de perto de mim se eu estiver segurando um.
O pior ainda é saber que a probabilidade de você ter um olho furado é muito grande num dia de tempestade, até porque eu mesma já vivi essa situação, na testa. Se a pessoa fosse um pouquinho mais baixa, a essa altura eu estaria possivelmente cega de um olho. E não é só comigo. Tinha um tiozinho no ponto de onibus, que teve que empurrar o guarda-chuva da mulher...senão a essa hora estaria cego.
A mulher ficou puta ainda.
O mais chato ainda são os bestas que atravancam os caminhos e as entradas de lojas, impedindo sua passagem. Você além de ter de ficar pedindo licença, corre o sério risco de ser espetado e molhado pelos guardas-chuvas alheios.
Mas me diz, se a pessoa está com guarda-chuva, vai para a chuva, oras, deixem as marquises para quem está sem, como eu, que desisti completamente de carregar um na bolsa, até porque até hoje, sempre que usei um, a única coisa que não molhou foram os cabelos, porque no mais, de nada adiantou.
Pior são aquelas criancinhas pentelhas que passam girando o cabinho do guarda-chuva. E você bem do lado, para variar.

Bem, esse post foi só para deixar um conselho:Nunca confie em uma pessoa com guarda-chuva.


Guarda-Chuva Pra que te Quero?



# Postado por Carol às 3:57 PM