<BODY><!-- --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="emafalda.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div><!-- para tirar a barra chata --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="abobradiario.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div>

Caroline Bigarel, 22 anos, bem menos como blogueira, carioca, nascida em 11 de setembro, porém ainda não foi considerada uma terrorista, é apaixonada pelo teatro e pelo mar. Vez ou outra arrisca tirar um som de seu violão, adora fazer novas amizades e raramente se encontra de mau-humor, desde que não seja acordada no horário em que aprecia estar dormindo. Futura jornalista, uma de suas maiores paixões é escrever. E escreve para a vida ter mais sentido, ainda que saiba que poucas pessoas realmente lerão suas tosquices.


"Atenção: esta vida contém cenas explícitas de tédio nos intervalos da emoção. Quem não gostar que conte outra, ou vire artista e faça sua própria versão. Aqui não tem segunda sessão."

- Profile no Orkut-




Meu humor atual - i*Eu




  Cala-Boca Já Morreu
  Casa da Paula
  Dente do Sapo
  Dias Comuns
  Estado de Surto
  Eu falei, você não ouviu?
  Fernanda Lima
  Juntando Pedacinhos
  Michel Bertoni
  Miretriv
  Poesias do Lucas
  Pum & Etta
  Simplesmente Opinião
  Sociedade Anônima
  Ta Entendendo?
  Tenda da Leninha
  Tudo na Minha Vida
  Winspear



Flogs

  Flog do Artur
  Flog do Felipe
  Flog do Lucas
  Flog da Raquel


Sites

  Site Alma Legendária - Cadetes de Osório
  Site da FO
  Turma do Colégio Militar




Tempos de Blig
Tempos de Weblogger
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Outubro 2006
Janeiro 2007





Meus novos devaneios, aqui: Aqui.
Não há melhor maneira...
Sindrome de Forrest Gump
Tempos Modernos
"...Porque vida de moleque é vida boa..."
"...Porque brasileiro deveria ser verde e amarelo ...
"...Não tinha medo o tal João do Santo Cristo, era...
Enquanto isso, em algum lugar da Orkutosfera...
O Homem da Casa
Correio da Manhã






Link - me





Selos

O Ponto de Encontro dos Blogueiros do Brasil

the barcode printer: free barcode generator



Tudo para seu blog!

Créditos





Contato

E-mail
MSN


Contadores











A reprodução dos textos deste blog é permitida de acordo com algumas diretrizes. Clique no Button acima para maiores esclarecimentos.

Prêmios & Destaques


Image hosted by Photobucket.com
segunda-feira, setembro 26, 2005


A Onda dos Floods

Nunca fui muito vítima de Spans em caixa de e-mail, então, sempre me surpreendia com comentários de pessoas que diziam ter seus e-mails abarrotados de mensagens do tipo "Enlarge your Penis", mas parece-me que o sossego acabou. Pelo visto, cedo ou tarde, você será atacado de alguma maneira por propagandas que nem sequer lhe interessam e, se isso não havia me ocorrido via e-mail, chegou via Orkut.

Está certo que esses spans farão a alegria daqueles apreciadores de números enormes em seu contador de scraps, embora ter de cara uma imensidão de faces desconhecidas em sua página de recados não seja nada, nada legal. Confesso que me assustei com algumas figuras que andaram aparecendo nos meus scraps com assuntos cujos quais poderiam deixar qualquer curioso xereta com receio da minha imagem, senão fosse o denunciador : "Programa Flood Tudo" como prefixo da mensagem. E quanto mais comunidades você faz parte, mais spans irá receber. Se faz parte de uma comunidade com muita gente então, nem se fala.

O pior ainda, são aqueles engraçadinhos que, através do programinha, colocam um "Oi, tudo bem, como vai você?", para generalizar o recado e não ter trabalho de visitar os amigos. É mesmo o fim da amizade virtual. Se eu recebo algo assim, nem respondo. Não terei trabalho de dizer que estou bem para algum(a) sujeitinho(a) que nem sequer teve a gentileza de me fazer uma visitinha. E olha que eu adoro scraps. Mas odeio spans. Fora o Flood Tudo, também tem uma outra versão do programinha, essa mais discreta com um numerozinho entre parênteses ao final do scrap. E os que querem enrolar os outros, ainda colocam o numerozinho de cor cinza claro, para os mais desatentos nem perceberem e pensar que o Fulano, que nunca sequer apareceu no seu humilde scrap, finalmente deu o ar da graça.

Avaliando tudo isso, cheguei a seguinte conclusão, que, creio eu, será a futura solução tomada pelo Orkut para evitar que esse mal se alastre:
Image hosted by Photobucket.com

Vai ser um saco né, definitivamente, principalmente para os adeptos do ScrapBook-Chat, mas, se eu acertar essa previsão - concomitante com a previsão do post passado -, dessa vez, abro minha tendinha e começarei a cobrar por consulta.

E por falar em Spam por e-mail, receber uma mensagem de anti-spyware num Spam, é tão eficiente...

PS:O que terá de gente acessando meu Blog à procura do Flood Tudo 1.2, devido ao Google, não estará nas estatísticas...


# Postado por Carol às 2:15 AM


quarta-feira, setembro 21, 2005


Revelações Bombásticas.

Ano de 2002. Colegial. Sala de Aula.

Carol: Ô Rê, você tem certeza de que não gosta do L.(*) não? Vira e mexe você fala nele...
Rê: Fala sério! Eu não gosto assim de qualquer homem não... tem que ter algo de muito especial, acho que nunca vou me apaixonar na vida, fala sério, né... Você que anda querendo saber muito do F(*).
Carol: Eu?! Ah, ninguém merece... justo ele?! Poderia ser qualquer um, menos ele. Cruzes.

21/07/2005. Telefone na madrugada.

Rê: Carol, preciso confessar uma coisa...
Carol: O quê?! O Quê?!
Rê: Eu era super afim do L.
Carol: Não acredito!!! Eu poderia ter te ajudado a ficar com ele! Então vou confessar uma coisa também.
Rê: Diga!!! Diga!!!
Carol: Eu estava apaixonada pelo F.
Rê: Mentira?!!? Eu era super íntima dele, poderia ter te dado uma força, Lurdinha(**)!.

Risadas prolongadas na linha, às uma da manhã.

É por isso que eu digo que oportunidades na vida são perdidas por medo de tentar.
E continuo achando que eu nunca me engano, por isso, vou comprar uma bola de cristal e armar minha tenda lá nas areias de Copacabana. Alguém se habilita a uma consultinha? ;)

(*)Os nomes foram abreviados a pedido dos entrevistados por motivo de preservação de identidade.
(**)Dispenso comentários sobre meu novo apelido, tios.

---///---


À Parte: Dentro de um laboratório, o paciente com expressão meio aflita, pergunta: - "Doutora, será que após colher o esperma, eu poderia colocá-lo no congelador, para depois trazer à clínica?".
Mais aflita ainda, a Dra., responde:
- "Não, senhor... Por acaso, o senhor quer matar os seus espermatozóides?".
Eu atraio esse tipo de coisa no meu dia-a-dia, só pode ser. Nem preciso dizer a cara de feliz que eu fiz ao sair da clínica né: minhas risadas foram ouvidas à quilômetros de distância. Essa vida e suas surpresas é que vivem me tirando do sério né...


# Postado por Carol às 2:55 AM


sábado, setembro 17, 2005


A Sala de Aula

Na Oficina teatral, onde tenho aulas de interpretação, a sala onde os alunos recebem todas as instruções, é um espaço bastante estratégico. Explico:
Nossa sala, ao invés de ser retangular como a maioria das salas de aulas, é totalmente disforme, de tal forma que, eu não saberia identificar a figura geométrica que a represente, se é que existe.
Atente para o formato dela:
Agora explicarei o porquê desta sala ser o bastante estratégica para os futuros atores. Digamos que, num curso de teatro existam pessoas tímidas e aquelas mais extrovertidas. E também convenhamos que por vezes, fazemos uma quantidade absurda de exercícios repetitivos e cansativos. Como grande observadora que sou, já presenciei este pequeno cantinho da sala, ocupado por alguns alunos que pretendiam se esconder das professoras ou então, estavam cansados e precisavam de um merecido descanso.
Eu mesma já estive por ali, quando achava vergonhoso alguma espécie de exercício. Claro que, numa sala onde a quantidade de alunos não chega a ser grande, o pequeno espaço não era de grande valia, uma vez que as professoras, sentiam a falta de qualquer aluno que ousasse matar o tempo naquele localzinho especial, até mesmo batizado de "coxia", já que esconde-se aos olhos das professoras, quando sentadas em seus lugares.
Nada mal sentir-se protegida por uma parede, quando uma aula de teatro está desagradável para si, embora eu acredite que esteja ficando bem cara de pau, já que o espaço está cada vez mais sendo inutilizado. Pelo menos por mim.

Momento Aplicação

Estou estudando. Estudando pra caralho para ser mais precisa. Isso tudo para garantir o futuro em alguma coisa mais concreta do que o meu real desejo, portanto, ando meio sem tempo, sabe como é, né?
E isso prolongar-se-á até o final do ano, provavelmente, uma vez que eu ando tentando de tudo e engolindo muita matemática, portugûes, informática, direito, contabilidade, administração e uns blá, blá, blá a mais... o que servirá de justificativa para a minha falta de idéias que poderão vir a acontecer. Estudar consome minha mente besteiróica-criativa. O tempo de ócio acabou.

Eu juro que vi

Sério, a menina entrou no elevador comigo, ela estava toda de preto, batom negro, despertando a atenção alheia para seu estilo gótico, quando eu vejo o pior: ao seu ombro, totalmente solto, ela mantinha um rato, isso mesmo - um rato branco - e não Hamster, que seguia andando de um ombro ao outro, agitadamente, contrastando com a tranquilidade da menina de preto. Juro pra vocês que cheguei a ver os dentinhos daquele bicho e já estava prevendo que a qualquer momento ele saltaria do ombro dela até mim e me atacaria com fervor. Ainda bem que ela desceu no primeiro andar. Nada contra os góticos, mas ratos... longe de mim!

Rapidinhas:

- Assisti o show do João Suplicy. O cara pessoalmente lembra muito o Supla, e canta bem mesmo, gostei.
- Como não pude dizer antes, faz uns 15 dias, andava eu em Copacabana, quando um pivete com um facão desatou a correr atrás de mim. Eu me escondi dentro de um hotel, na mesma hora em que chegava um gringo. Que recepção ele recebeu, não?! Isso é Rio de Janeiro...

Chega de conversa fiada por hoje. Vou estudar, cambada. A consciência pesa.


# Postado por Carol às 1:30 PM


sexta-feira, setembro 09, 2005


Amiga de Osama (?)

Está certo que não é nada legal os comentários que fazem a respeito da minha data de aniversário, que diga-se de passagem, é um tanto bélica. Aniversariar no dia 11 de setembro, após o tenebroso ano de 2001, gerou alguns comentários insanos em toda comemoração anual do avanço de minha idade, de gente idiota que aproveita o dia para conseguir ser mais idiota ainda. E olha que eu nem ligo para isso. Até acho graça. Afinal de contas, não é qualquer uma que tem o famoso apelido de Garota Terrorista, embora numa comunidade do Orkut, eu tenha percebido que centenas de pessoas passam pelo mesmo dilema apelidístico pós tragédia World Trade Center.
A pergunta mais comum que me fazem é: "O que estava fazendo você, no dia dos atentados?"
Eu tive uma idéia brilhante em gravar e entregar ao próximo indivíduo que me perguntar, assim, não gasto mais meu vocabulário em explicar todo ano a mesma coisa, afinal de contas, já basta ter o meu aniversário colocado em segundo plano toda vez, já que insistem em lembrar do acontecido.
Tudo bem que 11 de setembro já ficou uma data marcada e carregada devido ao terrorismo, mas daí a me chamarem de incompetente por não ter derrubado também a Estátua da Liberdade, e me perguntarem o que derrubarei no próximo ano, já é meio muito, não?
Deviam respeitar a desgraça alheia...
Mas vos digo que não me incomodo com nada disso, afinal, quem é que teve seu dia de aniversário, comemorado com duas velas tamanho World Trade Center, acesas, para ninguém nunca mais esquecer?! Heim? Me diz...

Brincadeiras à parte, são 21 anos no domingo, dia 11. Agora a maioridade é plena. E pensar que quando eu tinha lá meus 10 anos, eu achava que aos 21 já estaria casada, com meus filhinhos a tira colo e uma vida do tipo "brincadeira de casinha". A verdade é que foi tudo bem diferente do que eu pensei. E ainda bem. Agora eu só penso que aos 30 anos, estarei casada, com meus filhinhos a tira colo e levando uma vida de brincadeira de casinha. Será que aos trinta eu direi novamente: "não foi nada do que pensei"? É, só o tempo dirá. E ele passa rápido, minha gente, muito rápido.


# Postado por Carol às 3:43 PM