<BODY><!-- --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="emafalda.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div><!-- para tirar a barra chata --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="abobradiario.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div>

Caroline Bigarel, 22 anos, bem menos como blogueira, carioca, nascida em 11 de setembro, porém ainda não foi considerada uma terrorista, é apaixonada pelo teatro e pelo mar. Vez ou outra arrisca tirar um som de seu violão, adora fazer novas amizades e raramente se encontra de mau-humor, desde que não seja acordada no horário em que aprecia estar dormindo. Futura jornalista, uma de suas maiores paixões é escrever. E escreve para a vida ter mais sentido, ainda que saiba que poucas pessoas realmente lerão suas tosquices.


"Atenção: esta vida contém cenas explícitas de tédio nos intervalos da emoção. Quem não gostar que conte outra, ou vire artista e faça sua própria versão. Aqui não tem segunda sessão."

- Profile no Orkut-




Meu humor atual - i*Eu




  Cala-Boca Já Morreu
  Casa da Paula
  Dente do Sapo
  Dias Comuns
  Estado de Surto
  Eu falei, você não ouviu?
  Fernanda Lima
  Juntando Pedacinhos
  Michel Bertoni
  Miretriv
  Poesias do Lucas
  Pum & Etta
  Simplesmente Opinião
  Sociedade Anônima
  Ta Entendendo?
  Tenda da Leninha
  Tudo na Minha Vida
  Winspear



Flogs

  Flog do Artur
  Flog do Felipe
  Flog do Lucas
  Flog da Raquel


Sites

  Site Alma Legendária - Cadetes de Osório
  Site da FO
  Turma do Colégio Militar




Tempos de Blig
Tempos de Weblogger
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Outubro 2006
Janeiro 2007





Meus novos devaneios, aqui: Aqui.
Não há melhor maneira...
Sindrome de Forrest Gump
Tempos Modernos
"...Porque vida de moleque é vida boa..."
"...Porque brasileiro deveria ser verde e amarelo ...
"...Não tinha medo o tal João do Santo Cristo, era...
Enquanto isso, em algum lugar da Orkutosfera...
O Homem da Casa
Correio da Manhã






Link - me





Selos

O Ponto de Encontro dos Blogueiros do Brasil

the barcode printer: free barcode generator



Tudo para seu blog!

Créditos





Contato

E-mail
MSN


Contadores











A reprodução dos textos deste blog é permitida de acordo com algumas diretrizes. Clique no Button acima para maiores esclarecimentos.

Prêmios & Destaques


Image hosted by Photobucket.com
sábado, agosto 26, 2006


Sindrome de Forrest Gump

Quem é que nunca contou uma mentirinha na vida? Fosse para despistar algum conhecido chato que a gente encontra no dia a dia, ou então para justificar aquele atraso, aquela falta no trabalho, ou até mesmo para apimentar uma conversa 'marromeno', o fato é: quem nunca mentiu que atire a primeira pedra. Eu mesma já contei alguns causos, porém, como diria Nelson Rubens: eu aumento, mas não invento!
Enfim, todo mundo já meteu o pé na jaca nesse quesito, contudo, existem pessoas que conseguem ser exageradamente mentirosas, ao ponto de já não saberem mais aonde começou e onde terminou tal mentira. E foi navegando por uma comunidade sobre o tema no Orkut, que achei coisas bizarras e percebi o quanto a mentira está bem presente no nosso cotidiano. Quando a coisa chega nesse estágio é preocupante e mais ainda quando você se depara com amigos que, contam com a maior naturalidade, histórias que deixariam qualquer filme de Steven Spielberg no chinelo, como os depoimentos abaixo, realíticos, acredite se quiser!

"Tenho um colega que contou que tava no Habib's aqui com a galera, entrou uma barata pela janela, a barata entrou no kibe dele e saiu voando! SAIU VOANDO LEVANDO O KIBE!!!"
(Essa foi forte, pelo amor...)

"Um amigo meu falou que estava fazendo Rapel... quando a corda do amigo dele quebrou... o amigo dele conseguiu ficar pendurado na ponta do tênis dele ate chegar o resgate!!!"
(Meu deus, isso daria uma boa manchete no fantastico!!!!!)

"Tenho um amigo que bate recorde, ele fala coisas absurdas e um dia ele falou que fez tanto calor na rua dele, que chegou a ver uma pedra estourar!"
(Efeitos paranormais da imaginação ilimitada...)

Já tive várias amigas e amigos que deixariam o Pinóquio com inveja, uma delas, teve a ousadia de contar-me com detalhes e naturalmente que, ao andar toda lépida e feliz com sua família pelas ruas, começou uma grande ventania, cuja qual, deixou-lhe sem opção a não ser agarrar rapidamente num poste, que ela segurava firmemente enquanto seus pezinhos pairavam flutuando no ar, até que a ventania se dissipasse.
(E se ela ler isso, acredito que a sindrome do filho oco de Gepeto se acentuará nas explicações...)

Finalizando, é muito bom quando utilizamos de certos artifícios para incrementar uma conversa, mas pera lá, tudo tem seu limite! Se você foi soltar pipa num dia de muita ventania, não diga que teve que fazer a pipa usando quatro cabos de vassoura e uma lona, pra ser mais resistente. Que ao invés de usar linha 10, usou corda. E ainda pra manter o equilíbrio da pipa, a rabiola teve que ser uma singela corrente de ferro, que ninguém vai acreditar mesmo, e os créditos da amizade serão compreensivelmente perdidos. Porque, quando você acha que teu ouvinte está lá todo entretido escutando teus relatos, na verdade ele só está sendo simpático e percebendo o quanto você está pagando de babaca. Isso porque eu nem abordei a questão de relacionamentos. Sinceridade, hoje em dia muito escassa, cai bem, obrigada!


# Postado por Carol às 9:33 PM