<BODY><!-- --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="emafalda.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div><!-- para tirar a barra chata --><div id="b-navbar"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-logo" title="Go to Blogger.com"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/logobar.gif" alt="Blogger" width="80" height="24" /></a><form id="b-search" action="http://www.google.com/search"><div id="b-more"><a href="http://www.blogger.com/" id="b-getorpost"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_getblog.gif" alt="Get your own blog" width="112" height="15" /></a><a href="http://www.blogger.com/redirect/next_blog.pyra?navBar=true" id="b-next"><img src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_nextblog.gif" alt="Next blog" width="72" height="15" /></a></div><div id="b-this"><input type="text" id="b-query" name="q" /><input type="hidden" name="ie" value="ISO-8859-1" /><input type="hidden" name="sitesearch" value="abobradiario.blogspot.com" /><input type="image" src="http://www.blogger.com/img/navbar/4/btn_search.gif" alt="Search" value="Search" id="b-searchbtn" title="Search this blog with Google" /><a href="javascript:BlogThis();" id="b-blogthis">BlogThis!</a></div></form></div><script type="text/javascript"><!-- function BlogThis() {Q='';x=document;y=window;if(x.selection) {Q=x.selection.createRange().text;} else if (y.getSelection) { Q=y.getSelection();} else if (x.getSelection) { Q=x.getSelection();}popw = y.open('http://www.blogger.com/blog_this.pyra?t=' + escape(Q) + '&u=' + escape(location.href) + '&n=' + escape(document.title),'bloggerForm','scrollbars=no,width=475,height=300,top=175,left=75,status=yes,resizable=yes');void(0);} --></script><div id="space-for-ie"></div>

Caroline Bigarel, 22 anos, bem menos como blogueira, carioca, nascida em 11 de setembro, porém ainda não foi considerada uma terrorista, é apaixonada pelo teatro e pelo mar. Vez ou outra arrisca tirar um som de seu violão, adora fazer novas amizades e raramente se encontra de mau-humor, desde que não seja acordada no horário em que aprecia estar dormindo. Futura jornalista, uma de suas maiores paixões é escrever. E escreve para a vida ter mais sentido, ainda que saiba que poucas pessoas realmente lerão suas tosquices.


"Atenção: esta vida contém cenas explícitas de tédio nos intervalos da emoção. Quem não gostar que conte outra, ou vire artista e faça sua própria versão. Aqui não tem segunda sessão."

- Profile no Orkut-




Meu humor atual - i*Eu




  Cala-Boca Já Morreu
  Casa da Paula
  Dente do Sapo
  Dias Comuns
  Estado de Surto
  Eu falei, você não ouviu?
  Fernanda Lima
  Juntando Pedacinhos
  Michel Bertoni
  Miretriv
  Poesias do Lucas
  Pum & Etta
  Simplesmente Opinião
  Sociedade Anônima
  Ta Entendendo?
  Tenda da Leninha
  Tudo na Minha Vida
  Winspear



Flogs

  Flog do Artur
  Flog do Felipe
  Flog do Lucas
  Flog da Raquel


Sites

  Site Alma Legendária - Cadetes de Osório
  Site da FO
  Turma do Colégio Militar




Tempos de Blig
Tempos de Weblogger
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Outubro 2006
Janeiro 2007





Meus novos devaneios, aqui: Aqui.
Não há melhor maneira...
Sindrome de Forrest Gump
Tempos Modernos
"...Porque vida de moleque é vida boa..."
"...Porque brasileiro deveria ser verde e amarelo ...
"...Não tinha medo o tal João do Santo Cristo, era...
Enquanto isso, em algum lugar da Orkutosfera...
O Homem da Casa
Correio da Manhã






Link - me





Selos

O Ponto de Encontro dos Blogueiros do Brasil

the barcode printer: free barcode generator



Tudo para seu blog!

Créditos





Contato

E-mail
MSN


Contadores











A reprodução dos textos deste blog é permitida de acordo com algumas diretrizes. Clique no Button acima para maiores esclarecimentos.

Prêmios & Destaques


Image hosted by Photobucket.com
domingo, outubro 15, 2006


Não há melhor maneira...

Achei que eu iria ter idéias para a vida toda. E acho até que, de certa forma, terei. Mas não é o que está acontecendo no momento: se eu páro um minuto para deixar a inspiração fluir, logo minha mente é infestada por besteiras que seriam impraticáveis de serem colocadas no papel, digo, no ar, digo, no Blog! Quando não muito, sou dominada pela minha auto-crítica e me auto-censuro: ultimamente não tenho escrito tudo aquilo o que penso e tudo o que quero dizer não sai exatamente como eu gostaria que fosse dito. E, por causa dessa pseudo-escassez de acontecimentos, meus posts têm sido muito raros por aqui, o que antes apareciam num intervalo de uma semana, passou a possuir a frequência de um mês e, atualmente, só quando pinta uma luz no fim do túnel capaz de iluminar meus dias nesse breu profundo de idéias.
Após ter visto umas dezenas de blogcídios e outros que, sem pompas ou atestados de óbitos simplesmente deixaram de existir e pendem no ar como estáticos no tempo, pensei seriamente em como eu também estava cansada de "brincar de blog". E percebi também, em como isso aqui foi uma parte importante da minha vida. Foram três anos praticamente completos de insanidades que ocorriam no meu dia a dia. Talvez eu tenha crescido, pode não parecer mas, dos dezenove aos vinte e dois anos, muita coisa muda no nosso modo de ver as coisas e eu percebo que esse sentimento de auto crítica não é exatamente o mais indicado para quem quer blogar. Não para quem quer blogar como eu: detesto escrever um post e fazer o que eu não fazia antes: ler e reler e por vezes, apagar sem nenhum dó ou arrependimento.
Comecei a escrever blogs por influência de uma modinha que na época dominava qualquer internauta, assim como hoje é o Orkut. E não me arrependo: pelo "Cala a Boca" fiz muitos amigos (simplesmente porque tem gente maluca que gosta do que eu escrevo), mas também não agradei a todos. Nunca quis dar lição nenhuma aqui, nem tentar passar um lado engraçado, nem mostrar que sou genial ou que sei escrever: muito do que escrevi sou eu tentando me esconder ou tentando mostrar algo pra mim mesma. Por este blog, eu me paixonei por palavras, escrevi mais do que deveria e menos do que gostaria, o que me cansou. Cansei da cara desse blog, cansei dessa boca gritando sabe-se lá o quê, cansei do layout, cansei desse endereço, simplesmente, cansei. E então, chegou o momento de dar um tempinho nisso aqui que foi uma fase que me fez crescer como nunca. Uma fase onde ficam as lembranças e a saudade de um tempo feliz, incrivelmente feliz. E a certeza de que, essa fase de afastamento tornar-me-á uma pessoa melhor e cheia de novidades para contar quando eu voltar. É, eu volto. Enquanto isso, ficam as amizades que podem me procurar pelo e-mail, MSN, Orkut... Amizades que vou levar até elas não me aguentarem mais na vida delas. *Chuinf*

(Esse foi o texto mais difícil que já escrevi aqui...)


# Postado por Carol às 3:31 PM